Educandos idealizam soluções para problemas socioambientais
4 de novembro de 2021 Notícias, Portal

Oportunizando a socialização das propostas elaboradas, Feira de Ciências Sustentáveis marcou o encerramento de uma longa reflexão

Comprometidos com a sustentabilidade, as crianças e os adolescentes matriculados no Ensino Fundamental da Escola Notre Dame Menino Jesus imaginaram soluções para problemas socioambientais recorrentes. Para tanto, como esclarece a coordenadora pedagógica dos Anos Iniciais, Taís Loss Loehder, deveriam analisá-los a partir de múltiplas perspectivas. Desse modo, mais que exercitar a capacidade reflexiva e construir saberes, os educandos foram alfabetizados cientificamente. “A proposta pedagógica ainda representou uma oportunidade de iniciação à pesquisa, uma vez que exigiu a articulação e a sistematização das experiências vivenciadas a fim delinear ações em prol do desenvolvimento sustentável”, explica Taís.

Norteados por dois temas – a reciclagem e o empreendedorismo -, os estudos teóricos e práticos foram realizados de modo a privilegiar a autonomia dos discentes. Por isso, cada turma pôde optar por um aspecto da problemática sobre o qual se debruçar.

Após dedicarem seis meses letivos à análise de assuntos do seu interesse, as crianças e os adolescentes, então, socializaram com a comunidade escolar as suas conclusões.

Ocorrida na sexta-feira (29) e no sábado (30), a Feira de Ciências Sustentáveis respeitou as medidas sanitárias preconizadas pelas autoridades para a realização de eventos do gênero – tais como a obrigatoriedade de apresentação do comprovante de vacinação contra a Covid-19 e o uso de máscara de proteção individual -, oportunizando que os educandos, mais uma vez, exercessem o papel de protagonistas da própria aprendizagem. Afinal, eles se responsabilizaram inteiramente pelo compartilhamento das informações levantadas. “O seu compromisso com a sustentabilidade também foi evidenciado durante a mostra, pois os estudantes recorreram à tecnologia para evitar o uso de papel”, comenta a coordenadora educacional do Ensino Fundamental, Adriane Grespan, exaltando a utilização de QR Codes para que os visitantes tivessem acesso aos conteúdos relacionados aos diferentes projetos desenvolvidos.

Veja mais fotos: