Projeto socioambiental incentiva o cuidado com a vida
19 de julho de 2021 Notícias, Portal

Norteada pelo princípio que,  balizando o seu fazer pedagógico, pressupõe o fomento à responsabilidade socioambiental, a Escola Notre Dame Menino Jesus está convidando os diferentes partícipes da sua comunidade educativa a protagonizarem ações que congregam reciclagem e solidariedade.

Intitulada “Famílias Notre Dame cuidando da natureza”, a iniciativa foi inaugurada no mês de maio e faz da instituição de ensino um ponto de coleta para resíduos sólidos que, destinados a duas entidades, contribuem direta ou indiretamente para a melhoria da qualidade de vida de pessoas em situação de vulnerabilidade social.

Lacres de alumínio, tampas plásticas e embalagens Tetra Pak são os materiais recicláveis arrecadados por meio do projeto que desafia os educandos a socializarem os saberes construídos em aula, estimulando os indivíduos do seu convívio à consciência ecológica. “Como bons cuidadores da natureza, os educandos devem compartilhar o seu entendimento com familiares, vizinhos e amigos. Afinal, queremos mais que promover aprendizado. Queremos espalhar boas ações”, exclama a coordenadora Educacional da Educação Infantil e uma das responsáveis pela iniciativa, Heloísa Simoni.

O engajamento da comunidade escolar com a proposta está colaborando, por exemplo, para a manutenção dos programas assistenciais desenvolvidos pela ONG Amor – instituição que realiza a distribuição de alimentos, roupas e calçados à população vulnerável, atendimento no turno inverso à escolaridade a crianças e adolescentes, acompanhamento a famílias e iniciativas de geração de renda e qualificação profissional.

Diferentemente das tampas e dos lacres vendidos para reciclagem pela Organização não Governamental, as caixas de leite e suco são utilizadas, por meio do projeto Brasil sem Frestas, no envelopamento de residências incapazes de proporcionar conforto térmico aos seus habitantes.

Capitaneada pelos estudantes do 6º Ano do Ensino Fundamental, sua arrecadação foi promovida a partir de conteúdos informativos elaborados pelos próprios pré-adolescentes. Para isso, eles se apropriaram dos saberes construídos em aulas da disciplina de Ciências, nas quais refletiram sobre a necessidade de reduzir a quantidade de resíduos descartados.